Ir para o conteúdo principal Pular para o rodapé

Logística em Tempos de Crise

IMG_12A

A Pandemia, a crise econômica e política nos atingiram em cheio

Analistas de todos os setores tentam mensurar o tamanho do impacto e quando a sociedade conseguirá retornar as suas atividades normais, prazos estes imprevisíveis neste momento. Enquanto nós profissionais da iniciativa privada lutamos por respiradores em busca de alternativas para mantermos nossas empresas, escritórios, consultórios e empregos vivos e respirando, a classe política e o alto escalão funcionalismo público reinam em sua divina e eterna segurança.

O setor de Real Estate, sobretudo de condomínios logístico, viveu momentos de incertezas nos últimos anos. Ocupantes tiveram a oportunidade de transferir suas operações para empreendimentos de melhor qualidade técnica e localizações estratégicas com substancial diminuição dos valores de locação: "Fly to price and Fly to quality”. Incorporadores e proprietários passaram a analisar detalhadamente os custos de construção, aprimorar os estudos na aquisição de novos terrenos e focaram na modernização dos projetos, adequando-se às necessidades do mercado.

Iniciamos 2020 com otimismo e elevada expectativa. Os indicadores eram favoráveis, com previsão de aumento de entrega de novo inventário, recursos abundantes para aquisição de novos terrenos, bem como os fundos imobiliários disputando oportunidades de investimentos. Tudo apontava um horizonte favorável para o setor. A epidemia do Covid-19 chega como uma grande névoa e ofusca todas as perspectivas positivas deste ano promissor e ficam as indagações: quanto tempo e quais as consequências?

As previsões estão sendo reavaliadas em curto espaço de tempo. Os novos hábitos desenvolvidos no isolamento social aceleraram o crescimento e expansão do e-commerce e mostrando a consolidação dos deliveries. As regiões logisticamente já consolidadas, localizadas mais próximas do centro de consumo, tendem a ser ainda mais valorizadas, além do famoso “Last mile” indispensável, mesmo que os custos operacionais aumentem. O mercado terá que se ajustar, com os valores de locação superiores ao praticado dentro das grandes metrópoles, e com áreas de ponto de venda cedendo espaços para as operações de logística. Novas tecnologias estão sendo implantadas e implementadas não somente nas operações, mas também na construção de novos empreendimentos, uma vez que o mercado cada vez mais exige especialização e modernização.

Estamos atentos às mudanças do mercado e trabalhando continuamente para abarcar as novas tendências, principalmente na identificação de oportunidades de negócios com o perfil demandado por estes novos tempos. Contem conosco!

 

Artigo de autoria de Eduardo Gabriel, nosso Diretor Nacional da Divisão de Logística

 

 

Quer saber mais?

Fale com nossos especialistas